Tambor de Mina

Período: cerimônias acontecem em dias de santos católicos importantes, nos dias 4 e 25 de dezembro (dia de Santa Barbára); em 19, 20 e 21 de janeiro (dia de São Sebastião)

Local: Terreiros antigos/Casas como: a Casa das Minas (negros “Gêge”) e a Casa de Nagô (culto dos orixás Nagô)

O Tambor de Mina é um Culto de origem africana e muito difundido no Maranhão, Piauí, Pará e Amazônia. O termo “Mina”, é proveniente de São Jorge da Mina, relacionada aos escravos vindos da costa situada “a leste do Castelo de São Jorge da Mina”, (Verger, 1987: 12), atual República do Gana. Com o tráfico de escravos no Maranhão durante o período colonial, encontramos esta manifestação na capital de São Luís, no Vale do Itapecuru e na Baixada Maranhense, Casa Fanti-Ashanti, nas Casas de Mina e de Nagô.

As festas acontecem na véspera do dia do santo, no dia do santo e o dia seguinte. Para a visitação A Casa das Minas está localizada na Rua São Pantaleão; e A Casa de Nagô está localizada na Rua Cândido Ribeiro, ambas no Centro, a Casa Fanti-Ashanti na Rua Militar no Cruzeiro do Anil