Tambor de Crioula

Período: acontece durante todo o ano, em diversos festejos como: Carnaval, São João e finalizações de festas.

O Tambor de Crioula é Patrimônio Imaterial Brasileiro desde 2007. A dança é geralmente realizada ao ar livre, como em praças e em louvor a São Benedito. É uma dança muito expressiva e de raiz afro-brasileira, pois acontece em forma de dança circular, onde as dançarinas conhecidas como “coureiras”, com suas saias rodadas e coloridas dançam no ritmo intenso ao som dos tambores.

Estes são feitos de troncos de árvores e recobertos de couro de cabra. Os homens são os cantadores e tocadores dos tambores, enquanto as mulheres dançam ao ritmo das toadas. Existe um gesto característico das coureias, a umbigada ou pungada, quando acontece o toque de barriga com barriga, o que significa a substituição da dançarina que está no centro da roda por outra.