Paisagem Natural e Cultural

Mar, dunas e praias rodeiam toda a ilha de São Luís, que associadas ao Centro Histórico, configuram uma paisagem cultural singular. Com vista privilegiada do mar e abrigando o Forte São Luís está o Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado do Maranhão, donde é possível avistar, durante a alta da maré, o encontro do rio Bacanga (à esquerda) com o rio Anil (à direita).
O local representa um dos maiores símbolos da cultura maranhense, não apenas por estar no alto do promontório onde nasceu a cidade, mas também por sua trajetória histórica, sua arquitetura e seus bens móveis e artísticos.

Próximo ao Palácio dos Leões está o Palácio La Ravardière, sede da Prefeitura Municipal de São Luís, construção que já funcionou como casa de câmara e cadeia.
Mais adiante pode ser contemplada a Igreja da Sé (Catedral Metropolitana de São Luís), o mais importante monumento religioso do Maranhão, que traz como principal característica arquitetônica o altar principal banhado a ouro, além das paredes azulejadas e o seu projeto em forma de cruz.

Completando a paisagem, as tradições da pesca artesanal podem ser observadas com as embarcações típicas estacionadas na maré enquanto não estão em alto mar. A prática resulta em abundante captura de camarão, sururu, caranguejo, siri, pescada, tainha e outros peixes de água salgada ao longo da costa do Maranhão. É possível encontrar uma enorme variedade de peças utilizadas na pesca artesanal na Feira da Praia Grande e também no Estaleiro Escola, onde estão a memória e as técnicas de produção das embarcações tipicamente maranhenses, como barcos e talos utilizados para cercar peixes no mar.